Louvor as tetas

tetteLOUVOR AS TETAS
de Giorgio Baffo (Veneza, 1694-Veneza, 1768)
(Tradução livre de G.I. Vio)

Caras tetas vocês são a só parte
que mais com as nádegas se parece.
São as colinas que nos amolece,
lá onde os passarinhos voam com arte.

São a boa vista que nos consola
porque vós como a Via do leite sois.
Bendito quem em vos as patas põe
que iguais as das aves no visco colam.

Oh! Caros lindos festões da mulher,
vocês são aquela criação pura
que nos faz a buceta mais querer.

São aquela bela mostra que jura
de lá embaixo outras coisas boas ter
e ter boa bunda, se a teta é dura.

Poesias licenziosas de Giorgio Baffo

Rispondi

Inserisci i tuoi dati qui sotto o clicca su un'icona per effettuare l'accesso:

Logo WordPress.com

Stai commentando usando il tuo account WordPress.com. Chiudi sessione / Modifica )

Foto Twitter

Stai commentando usando il tuo account Twitter. Chiudi sessione / Modifica )

Foto di Facebook

Stai commentando usando il tuo account Facebook. Chiudi sessione / Modifica )

Google+ photo

Stai commentando usando il tuo account Google+. Chiudi sessione / Modifica )

Connessione a %s...